28 de jun de 2011

CORDEL

Literatura de Cordel,
Representação da arte popular
Em forma de carrossel
Transfigura em versos de cantar
Amores, cores e dores refletidos no luar
Em forma de mel
Traz emoção que conta a ação
De uma nação.

Circula por todos lugares
Em ritos e ritmos que figuram o ser
Conta os milagres
Que a nossa humanidade
Transfigura em lealdade
E vontade de vencer.

Contadas e recontadas
Em versos e palavras faladas
As lutas do ser em viver
Construir e ir
Longe, longe no inventar,
No criar e recriar
Para realidades transformar.

Um ser inacabado
Que vive ao lado
De um ser superior
Que vislumbra o interior
Do Sertão castigado
Da alma perígna
Mensageira do amor.

Na arte o nordestino
Vence o sofrimento
Transformando-o em alento
Que conta em versos sonhos e amores,
Temores e horrores
De um povo sofrido
Porém jamais vencido.

Por: Vanderli Cassia Spredemann

Nenhum comentário: