25 de nov de 2010

O perfil do professor: 20 qualidade do professor ideal

Lendo uma reportagem da Revista Escola acessada no link: http://revistaescola.abril.com.br/politicas-publicas/carreira/avaliacao-docente-todos-olho-professor-608078.shtml, percebe-se a importância do papel do professor no atual contexto social.
O que chama a atenção é uma lista de 20 qualidades do professor ideal. Realmente todas são coerentes com o exercício do profissional dessa área de atuação. Tudo muito lindo e perfeito. Se é possível traçar 20 qualidades para o professor ideal, uma vez que falamos de personalidades diferentes e diversas utopias, também é possível estabelecer 20 qualidades de condições ideais de trabalho:

1. Jornada de trabalho digna - uma vez que para garantir o sustento da família, os professores são obrigados a trabalhar jornada tripla;
2. Disponibilização de materiais pedagógicos garantidos - não escondido nos armários da coordenação e direção, ou ainda, grandes desvios de verbas, ou ainda tirar do bolso para garantir a qualidade da aula;
3. Direito de questionar e expor opiniões - sem retalhações e avaliações que prejudiquem a carreira do profissional;
4. Salas de aulas com menor número de alunos - já que nossa realidade é cruel;
5. Alunos conscientes de seu papel social e escolar - somos reféns dentro das salas de aulas;
6. Pais participativos e mais presentes na educação das crianças/adolescentes - inversão de papéis;
7. Alunos participativos - alienados súditos dos meios de comunicação/desvalorização humana em massa;
8. Alunos, pais e comunidades que demonstrem  atitudes e comportamentos positivos - agressões verbais e físicas, como assistimos todos os dias na televisão;
9. Gestores/equipe pedagógica  que compreendam a dimensão da educação dentro da sala de aula - profissionais que nunca foram para uma sala de aula e desconhecem a realidade, em muitas cidades  de interior, exercem esse papel na escola por indicação política;
10. Políticas Públicas que realmente funcionem e cheguem ao destino determinado - sem corrupção;
11. Comunidade participativa e interativa - a escola é uma ilha dentro da sociedade;
12. Desburocratização dos registros avaliativos dos docentes (diários, fichas, relatórios) -  o serviço burocrático trava o planejamento bem como preparação das aulas;
13. Respeito pelo ser humano em função do seu trabalho - desvalorização do profissional;
14. Remuneração adequada e valorizada ao profissionar que trabalha diretamente com a construção de identidade social, cultural, histórica, política do ser humano - uma vergonha salarial;
15. Reconhecimento do papel social da educação no Brasil - uma vergonha internacional;
16. Conhecimento por parte dos pais, comunidade e educandos das Leis e Diretrizes Educacionais;
17. Direito a buscar qualificação remunerada;
18. Direito a participação ativa em Seminários e discussões sobre educação;
19. Direito de opinar nas mudanças educacionais - já que somos nós, os desbravadores da realidade educacional;
20. Direito de SER HUMANO, de construir valores e princípios a partir de vivências coletivas e individuais - direito de errar e apreender a partir das experiências.

Então, vamos a reflexão: como traçar um perfil de qualidades ideais para um professor se falamos de seres humanos que educa seres humanos, de personalidade totalmente diferentes umas das outras, de sujeitos  possuidores de valores culturais, sociais, políticos e religiosos de uma variedade imensa...de habilidade e competências diferentes uns dos outros.
Sinceramente, estamos falando de seres humanos racionais, sujeitos pensadores e donos de dons individuais, características únicas, com valores diferentes. A sua verdade pode não ser a minha verdade. Já sei, vamos construir uma máquina que fabrica professores em série...rsrsrsrs... Tudo com alta qualidade de produção. Até parece piada...cadê o respeito a diversidade, a construção da igualdade, os Direitos Humanos.
Se for pouco para refletir, podemos traçar 20 qualidades ideais para os educandos...O que acham...

Nenhum comentário: